Vai encarar?


informatics2small.jpg

A galera do mal da equipe de bioinformática/química computacional que eu gerencio até esta Sexta-Feira. O grupo foi extinto.  Como nós trabalhamos com computadores, sempre tinha algum químico ou biólogo que vinha encher o saco para consertar o micro dele(a) porque tinha “quebrado a Internet” ou coisa que o valha. Daí nos tiramos essa foto e colocamos na porta da sala do nosso grupo. Gente fina essa equipe, mas o emprego… Já estava pronto para sair mesmo, mas esta é a pior hora possível para isso acontecer. Fazer o que, dá-se um jeito, como tudo na vida. Emprego é como namorada, sempre tem outro(a) ali mais em frente. Aliás nem tão lá em frente assim.

Trabalho em pesquisa de drogas para câncer. O meu pai foi diagnosticado com câncer há pouco mais de um ano. Felizmente ele foi operado e até agora a remissão é completa. E tendo vários amigos e parentes de amigos que também tiveram que lidar com a doença, eu sempre digo que tem dias em que eu odeio o meu emprego, mas eu adoro o meu trabalho. Como o meu pai (sempre ele) diz, “encontre um trabalho que te satisfaça e você nunca mais terá que trabalhar na vida”. Eu sou um cara de sorte por poder fazer o que gosto e viver onde quero.

Mas eu acho que é hora de dar uma paradinha e acabar o projeto de uma dot-com em que eu estou trabalhando há mais de uma ano. Agora tenho tempo para isso. E voltar a gravar no estúdio. E fazer os stencils para a mostra na galeria. E perder peso. E surfar. E rodar aquele filme em Outubro. E construir um coreto no quintal do galpão.

Djá djá relatos e fotos lance a lance do Burning Man que eu ainda não consegui achar a minha câmera no meio da pilha de tralhas poeirentas no meu estúdio. Segura a onda.

Advertisements

3 comments so far

  1. ronas on

    Que dizer? manda uma camiseta dessa pra nóis, NÃO, não é nada disso.
    Boa sorte aí com todos esse planos. Principalmente o coreto.
    Precisando tamos aí [whatever that might mean].

  2. Marri on

    Eu também adoraria uma camiseta dessas. O marido diz que não sabe fazer nada no computador (e não sabe mesmo)e eu que tenho que prestar socorro para aulas, textos, pesquisas, etc, etc…

    Que bom que seu pai está curado. Não sei se você sabe, mas meu pai faleceu há alguns anos, após uma cirurgia cardíaca. Nem o melhor cirurgião cardíaco do Brasil deu um jeito. Uma pena, meu pai foi uma figura marcante e deixou saudades que são cada vez maiores.

    Sempre me lembro de você como alguém com mil atividades simultâneas. Certamente surgirá um emprego em breve. Enquanto isso você tem muito o que fazer…

  3. Dr. Fiasco on

    Oi Marri

    Lembro com muito carinho do seu pai e da sua mãe. Mande um beijo para ela.
    Pois é, um pouco de “ócio criativo” não faz mal. Mas de ócio, até agora a
    minha rotina não tem nada.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: